quarta-feira, 9 de julho de 2008

UM GUERREIRO DIABÓLICO






Encontrei esta magnifica máquina GR2 estacionada na beira da estrada que liga Vila Verde a Braga, mais concretamente em Soutelo. Fiquei sem palavras, e sobretudo a pensar o que levaria um puro sangue a estar... parado?
Parei junto ao carro para ver melhor e claro fotografar a máquina.
Ao mesmo tempo que me aproximei do carro, saia também Fran Alonso para abrir o porta bagagem. Perguntei se estava tudo bem. Sim. Não resisti a uma pergunta. Boa tarde, que grande prazer o meu em o encontrar aqui. Posso fotografar a máquina? E como podem observar a resposta foi a melhor possível.
Que bela máquina. Produto de 1975, chassis # CPATRY 17698, fez a sua primeira prova, nas mãos de Joaquim Santos, como piloto da Diabolique, no rali Rota do Sol em 1981. Depois passou pelas mãos de Rui Souto que foi piloto da Diabolique em 1982 e, que tenha conhecimento, também participou em 1984 na Volta a Portugal e em 1985 no Rali de Portugal. Em 2000 foi conduzido na rampa da Arrábida por Nuno Santo, filho do proprietário.
Em meados de 2007 Julio Álvarez encontrou esta maravilhosa máquina á venda e adquiriu-a imediatamente. Assim o BT-56-16 entrou num rigoroso processo de restauro. A pedido de Julio Álvarez e com a ajuda de Rafael Cid foi proposto um rigoroso levantamento histórico do carro para que o trabalho restituisse ao Ford Escort RS as especificações originais. Vencido o desafio, devolveu-se a máquina ao seu habitat natural. Nada melhor que, em 2007, a participação no Rali de Portugal Histórico. São lutas assim que se devem travar. Para que máquinas como esta permaneçam vivas. Na estrada.

2 comentários:

Anónimo disse...

Ola
Sou o propio Rafael Cid.
Encontraste na estrada ao meu amigo Fran Alonso que pilotou o Escort Diabolique no Rali de Portugal historico, pois lhe foi emprestado pelo Julio Alvarez proprietario do carro.
Tes razon, e bom conservar estos carros que pertencen a uma epoca que nunca mais volverà...
Cumprimentos
Rafael Cid

Alida disse...

Olá Rafael Cid,

Sou José Miguel Gonçalves, filho mais novo do José Gonçalves. Deves lembrar-te de mim, quando eu era pequeno. Sem querer meter-me onde não devo, penso que o meu pai fez um Rali neste carro, precisamente o Rali Race em Espanha. Penso que foi mesmo a estreia desse carro em Ralis.

1 abraço,
ZM